Diálogos

#QUEMFAZ: Egídeo Dórea

#QUEMFAZ: Egídeo Dóreaegidio

Professor da Faculdade de Medicina Unicid; professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Caetano do Sul; coordenador da USP Aberta à Terceira Idade; diretor de Desenvolvimento Institucional do ILC-Brazil; membro da Comissão de Direitos Humanos da USP.

Minha trajetória no envelhecimento começou em 2007. Fazia um curso em Vancouver, no Canadá, e deparei-me com uma campanha de conscientização sobre quedas em todo o hospital. Naquele mesmo ano, num passeio no Parque do Retiro, em Madri, vi uma praça de exercícios físicos para idosos.

Aquilo me inspirou e retornei ao Brasil com a ideia de fazer uma praça de prevenção de quedas para idosos. Apresentei o projeto a Mônica Serra, então primeira-dama do estado de São Paulo, e a primeira delas foi inaugurada em 2008, no Dia do Idoso. A implantação dessas praças acabou se tornando um projeto de lei do governo. Nessa mesma época, criamos um rupo de prevenção de quedas no Hospital Universitário (HU) da USP.

Em 2010 conheci o programa Hospital Amigo do Idoso, através do professor Alexandre Kalache. Em 2013, depois de muito trabalho, o HU recebeu o primeiro selo do programa. Em 2015 criamos o programa USP Rumo ao Envelhecimento Ativo, que acompanha mais de 900 funcionários da universidade.

Em 2016 fui convidado pela professora Ecléa Bosi para coordenar o programa USP Aberta à Terceira Idade, que existe desde 1994 e oferece 4,3 mil vagas por semestre em mais de mil cursos. Para expandir o conhecimento, vamos firmando parcerias. Uma colaboração com o Centro Universitário Maria Antônia, por exemplo, possibilitou a exposição fotográfica O Olhar do 60+, que contou com mais de 100 inscritos, dos quais 30 foram selecionados.

Em 2017 a OMS divulgou os resultados da sua pesquisa sobre ageísmo, com dados estarrecedores. Para ajudar no combate ao preconceito, lançamos em outubro de 2019 a Campanha Orgulho Prateado, uma parceria entre várias instituições. A ideia é repeti-la nesse ano, com maior adesão e o mesmo objetivo: a construção de uma sociedade mais diversa e igualitária, com oportunidades para todos.